segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Eat Love - Who says that kitchens are all the same?

Quando nos dedicamos ao início de uma carreira a solo, sem a ajuda da Mãe, na cozinha lá de casa, em primeiro lugar há que dedicarmos um pouco de tempo ao espaço onde vamos dar asas às nossa aventuras culinárias. 
Ás vezes parece ridiculo, mas quando nos sentimos bem num determinado espaço parece que a nossa criatividade acende em lume novo e a inspiração começa a fervilhar!
Sou uma fã incondicional das remodelações, e em especial "low budget"! Não há nada melhor do que uns armários acabadinhos de pintar com uns puxadores novos, ou umas cadeiras que encontrámos naquela lojinha vintage em segunda mão.
Desde sempre vi esta divisão como uma sala de estar, onde a família convive e conta as novidades no final do dia. Ouso até dizer que a cozinha funciona mesmo como uma sala de estar, onde o mote de decoração, exceptuando os aparelhos e utensílios necessários claro, poderá ser o que nos bem apetecer e sem ser standartizado como normalmente é.
Um dos exemplos que dou é por exemplo a iluminação. Se tivermos uma boa iluminação por cima da zona de preparação dos alimentos para quê termos aquela luz branca arrepiante - a famosa luz de cozinha (porque é que será que assim se chama) - no tecto? Porque não um candeeiro de sala? Lavável claro, mas com mais pinta!
Porque não umas cadeiras vintage de madeira, todas diferentes umas das outras; uns quadros nas paredes com fotografias; uma parede em ardózia para rabiscar recados...há tantas ideias simples que podem transformar um espaço cinzento com luz branca (!!!) num espaço quente e acolhedor.
Eis algumas ideias que encontrei para começarem a pensar em pré-aquecer o forno. If you know what I mean...



































































































































ALL VIA PINTEREST