terça-feira, 4 de agosto de 2015

Eat Love - 1 mês de treino - parte II


Via Pinterest


Sou e sempre fui uma pessoa pesada para a minha altura, e percebi isso na primeira avaliação que fiz, pois tenho (vejam só) demasiada massa magra, ou seja, músculo (!!!). 
Sim, sou totalmente anabólica (por assim dizer),  o meu metabolismo não é muito acelerado, logo, é por esta razão que sempre tive tendência para engordar. 

O músculo residual que tinha do desporto (ténis) que pratiquei ao longo dos anos manteve-se e a acompanhar (para minha infelicidade) a gordurinha maravilhosa que se foi acumulando ao longo dos anos de asneiras que fazia.

É claro que não é assim tanta gordura, mas quando fiz a medição pela primeira vez estava nos 28,5% e deveria estar nos 19%, portanto são quase 10% de MG(massa gorda) que tenho de perder. 
Não é muito, eu sei,  mas como o Luís me disse, quando não se tem muita gordura para perder é quando se torna mais difícil perdê-la. É a tal lógica de "quanto mais gordura tiveres mais fácil é de perderes". No meu caso é o contrário. Estou naquela fase mais complicada em que o corpo precisa de ser muuuuito estimulado com exercícios variados para conseguir reagir.

Acho importante partilhar isto convosco para poderem entender os resultados que tive e poderem perceber que cada um de nós é único, tem um metabolismo único, objectivos diferentes e será importante fazerem uma avaliação geral antes de iniciar qualquer tipo de treino.

Quais são os meus objectivos?

  • Perder massa gorda
  • Definição muscular
  • Redução de flacidez
Para atingir estes objectivos o Luís traçou-me um plano de treino específico que me ajuda a perder massa gorda e a definir a massa magra: treino intervalado. 
Este treino tem uma particularidade muito interessante: para além de ser muito eficaz para quem deseja secar as gorduras malvadas, não é necessário estarmos 2 horas no ginásio, bastando apenas 45 minutos de treino (dia-sim-dia-não) juntamente com alimentação equilibrada. 
Uma das maravilhas deste tipo de treino é o facto de ele promover uma queima de gordura superior mesmo após o treino! Um efeito que mais tarde explicarei noutro post!

Antes dos resultados quero partilhar o tipo de treino que ando a fazer de uma forma mais detalhada:

  • Treino intervalado com 4 a 6 estações de exercícios;
  • Alguns treinos 45-15, outros a 20-10 (45seg trabalho / 15seg descanso; 20seg trabalho / 10seg descanso) com 1 minuto de descanso entre cada ronda;
  • Repetição de rondas: 5, 6 ou 7 vezes;
  • Tempo total de treino: aquecimento (10min) + rondas (25/30min) + alongamentos (10min);
  • Gasto calórico: 320 - 450kcal

Partilho convosco os resultados que obtive só num mês de treinos (7 treinos no total):

Peso 61.7kg - passou a 63.6kg (aumentei de peso, mas foi em músculo!!)

Massa Gorda 28,5% - 25,4% (perdi 3% de massa gorda!! Só faltam 6%!!)

Massa Magra 41,9kg - passou a 45,0kg (3kg de músculo)

Perímetro abdominal 76 cm - passou a 72 cm (perdi 4 cm em 7 treinos!!!)

Idade metabólica 27 - passou a 22 

O Peso aumentou, sim (!!) mas devido ao aumento de Massa Magra. Esta Massa Magra resulta da diminuição da Massa Gorda, ou seja, perdemos massa gorda, que é transformada em massa magra, logo o peso tem que aumentar nesta primeira fase. É de extrema importância passar bem esta mensagem, pois eu sei que ainda há quem ligue só ao peso em geral, e aquilo que interessa é a composição corporal!

Atenção meninas, tentem sempre fazer estas medições no mesmo dia do mês pois devido às nossas flutuações no peso, nomeadamente na água (retenção de líquidos) o peso pode variar e enganar nas medições com a fita métrica.



Espero que tenham gostado destas notícias e caso queiram tirar dúvidas já sabem, contactem o Luís pela sua página de Facebook (Luís Pardal Personal Trainer)para marcarem uma avaliação! :)


Visitem o EATLOVE no Facebook e façam like se gostarem das nossas receitas!

Para subscrever o canal Youtube clique aqui! 


Podem também seguir o Instagram @eatlovewithlove